16 de maio de 2012 às 17h47min - Por Mário Flávio

A Secretaria de Saúde realiza, na manhã desta quinta-feira (17), a partir das 10h, o dia da Luta Antimanicomial em Caruaru. O Marco Zero foi o ponto escolhido para abrigar o evento. Cerca de trezentas pessoas, entre pacientes, familiares e profissionais farão parte das atividades. Serão realizadas apresentações artísticas. O dia oficial é 18 de maio, mas como na data também é comemorada a emancipação política de Caruaru, a data foi antecipada.

Segundo a Coordenadora de Saúde Mental, Rita Acioli o evento pretende sensibilizar a sociedade para o atual modelo de tratamento a pacientes mentais. “O evento objetiva comemorar o dia da Luta Antimanicomial, que representa o movimento pela desistitucionalização, por serviços que substituam o hospital psiquiátrico, que os doentes sejam tratados de forma humanizada”, enfatiza.

Caruaru encontra-se em um momento de transição, após o fechamento da Clínica Psiquiátrica de Caruaru, conhecida como Dr. Veloso. Iniciou-se a ampliação e fortalecimento da rede de atenção psicossocial no município, foi criado o CAPS III 24 horas, houve abertura de leitos para internamento no hospital geral Manoel Afonso, atendimentos pelo Samu 192, qualificação da atenção básica, ações de atenção multiprofissional a usuários de álcool e outras drogas, qualificação dos atendimentos dos ambulatórios de saúde mental, entre outros projetos em andamento para o ano de 2012 como a residência e o CAPS AD III.

De acordo com Acioli, a luta atua ainda pela reinserção social dos pacientes e pela conquista dos direitos de cidadania destas pessoas. “A sociedade também precisa apoiar as pessoas e familiares neste processo, diminuindo o preconceito e a exclusão da pessoa com sofrimento psíquico”, finaliza.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro