3 de janeiro de 2012 às 17h59min - Por Mário Flávio

Em pesquisa do PROCON-PE, constatou-se que a cesta básica está 2,10% mais cara na Região Metropolitana do Recife e nos municípios de Vitória de Santo Antão (2,72%) e Cabo de Santo Agostinho (0,31%). Caruaru foi a única cidade que apresentou queda no valor da cesta (-0,05%). O levantamento é realizado em Recife, Olinda, Paulista, Abreu e Lima e Cabo de Santo Agostinho, Caruaru e Vitória de Santo Antão.

O município do Cabo possui a cesta mais cara de todas as cidades pesquisadas R$ 236,36. O preço médio da cesta básica na RMR foi de R$ 235,06, em Caruaru foi R$ 225,18 e em Vitória R$ 224,37. O PROCON-PE calculou o impacto do valor da cesta básica no salário mínimo. Na RMR foi de 43,13%, em Caruaru 41,32%, em Vitória 41,17% e no Cabo 43,37%.

Produtos de higiene pessoal foram os que mais variaram na RMR. O que apresentou maior variação foi o pacote de Papel Higiênico (183,83%). Em Caruaru, o quilo da salsicha avulsa variou mais (103,13%). Já em Vitória, o quilo da carne de segunda sem osso apresentou a maior variação de peço (114,20%).

O levantamento foi realizado em 20 estabelecimentos da Região Metropolitana do Recife, 09 no Cabo de Santo Agostinho, 22 em Caruaru e 12 em Vitória de Santo Antão. A análise dos preços foi feita nos 27 itens de maior participação na variação do valor médio da Cesta Básica, entre alimentação, limpeza doméstica e higiene pessoal.

Confira abaixo a pesquisa do Procon no interior:


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro