26 de maio de 2018 às 09h59min - Por Mário Flávio

Em protesto, num acampamento permanente desde o dia 28 de Agosto de 2017, na frente da montadora da Fiat/Jeep, na cidade de Goiana, nesta madrugada (26), uma das carretas dos cegonheiros Pernambucanos foi incendiada.

De acordo com os caminhoneiros, esta atitude já é conhecida como forma de intimidação do cartel.

Para o presidente do sindicato dos cegonheiros de Pernambuco, Milton Freitas, essa intimidação aconteceu porque no último dia 23/05 o Ministério do Trabalho, da cidade de Goiana, sentenciou a primeira manobra do cartel do setor de transportes, que vai atuando em Pernambuco.

“Eles criaram um sindicato fraudulento, fantasma porque sequer houve assembléia pró-fundação e agora a justiça determinou que sejam extintos”, ressalta Milton Freitas.

Além da sentença dada o Ministério do Trabalho de Pernambuco encaminhou a decisão para o Ministério Público e a Polícia Federal para responsabilizar e cumprir os mandatos com os envolvidos e responsáveis pelo crime, entre eles o cartório de Goiana.

“Seria mera coincidência o ocorrido nessa madrugada, uma fato isolado e inusitado se não tivéssemos DENUNCIANDO há quase dez meses que essa organização criminosa está operante em Pernambuco e tem usurpado o direito do Pernambucano, justamente quando a justiça de fato começa a exercer seu papel e mostrar que lei existe para ser cumprida, a velha forma inescrupulosa e maquiavélica aparece”, disse.

“ Nós não iremos nos calar, esses bandidos terão que sair de Pernambuco porque acreditamos na justiça. Nunca quisemos tirar nada de ninguém, e sim ter apenas o nosso direito garantido,” completa Freitas.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro