17 de janeiro de 2012 às 10h25min - Por Mário Flávio

A polêmica continua em Agrestina. Após a aprovação na Câmara da ata da reunião passada, a Prefeita Carmen Miriam (PT) enviou nota sobre o assunto. Ela mostrou tranquilidade e disse que as denúncias são ifundadas. A petista garante que tem em seus arquivos os documentos que comprovam que as respostas foram protocoladas pelos funcionários da Câmara dentro do prazo correto.

Inclusive a Lei Orçamentária Anual, a LOA, também citada pelo vereador da oposição, já foi votada e aprovada na Câmara Municipal dentro do prazo e conforme os trâmites legais. Segundo Carmem, o que acontece no Município de Agrestina é uma antecipação das eleições deste ano. “Os vereadores da oposição querem antecipar a corrida política tentando afetar o nosso governo. Eles têm utilizado as últimas sessões na Câmara como palanque eleitoral, tentando impedir os avanços do Município”, rebateu a Prefeita Carmen.

Ela ainda disse que vários projetos importantes para Agrestina já foram recusados pelos vereadores por questões políticas partidárias, como a não aprovação do Programa que irá distribuir computadores aos estudantes da Rede Municipal, o PROUCA, como também a compra de uma Máquina Patrol, utilizada para recuperação de estradas e obras essenciais no Município.

“Toda essa preocupação da oposição em sujar a imagem do Governo deve-se ao grande prestigio da administração com governo do estado e federal que só em  2010 e 2011 firmou convênios na ordem de mais de 17 milhões, que estão sendo aplicados na pavimentação e saneamento da cidade, construção de casas populares, creches, como também quadras poliesportivas e outras obras que têm transformado a vida dos agrestinenses”, disse.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro