1 de abril de 2013 às 08h55min - Por Mário Flávio

A Câmara de Vereadores da Vitória de Santo Antão, na Mata Sul do Estado, convocou a Compesa e demais órgãos reguladores, para prestar esclarecimentos sobre o recorrente racionamento de água no Município. Há registros de que moradores contabilizam intervalos de mais de 20 dias sem água. O encontro vai ocorrer nesta quinta-feira, 04 de abril, às 19h30, no Plenário da Casa.

A Audiência vai discutir sobre a questão que envolve o abastecimento, distribuição e o racionamento persistente de três semanas sem água na área urbana do Município, bem como os aspectos que envolvem a problemática do esgotamento sanitário da cidade que se encontra obsoleto para a nova demanda, ainda o fato do Rio Itapacurá que corta o Município e abastece a RMR, o qual se encontra degradado e será o principal alimentador do novo sistema de adutora que o Governo do Estado pretende executar na região. De modo que a realização da audiência pública para esta discussão “é uma oportunidade para a sociedade civil manifestar-se sobre seus interesses e melhorias nos assuntos que dizem respeito ao dia a dia de Vitória de Santo Antão”, ressaltou Edmo Neves (PMN), presidente da Câmara de Vereadores.

Segundo o vereador, está sendo feita a divulgação nos bairros para estimular a participação dos moradores. “Queremos ver os arredores da Casa lotada, inclusive vamos disponibilizar um telão para todos assistirem. Quem está sofrendo com a má distribuição de água precisa mostrar a sua insatisfação e cobrar providências”, declarou Edmo Neves.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro