18 de dezembro de 2013 às 00h08min - Por Mário Flávio

20131218-000833.jpg

Após muita discussão o projeto do BRT foi aprovado por maioria de dois terços na Câmara Municipal de Caruaru. Com ampla maioria na Casa, a base governista conseguiu aprovar a autorização do empréstimo de 250 milhões de reais pela prefeitura junto ao Governo Federal. A bancada de oposição tentou argumentar que faltou tempo para analisar o projeto e tentou até pedir vistas ao projeto, mas bem ao estilo passa-e-repassa, programa dominical que era exibir no SBT, o líder do governo, Ricardo Liberato, pediu regime de urgência e segundo o presidente da Casa, Leonardo Chaves (PSD), foi mais rápido que Evandro Silva (PMDB), no uso do microfone e por isso, Chaves colocou o projeto em votação.

A oposição alegou falta de transparência e não se comoveu com as explicações do secretário Paulo Cassundé, que foi até a Câmara responder as perguntas dos 23 vereadores. Sob o argumento do desenvolvimento de Caruaru, a base do governo aprovou o projeto e edis que eram veementemente contrários ao BRT mudaram de opinião e também de voto.

VOTARAM A FAVOR:
Leonardo Chaves (PSD);
Lula Tôrres (PR);
Ranilson Enfermeiro (PTB);
Cecílio Pedro (PTB);
Dr. Demóstenes (PROS);
Val das Rendeiras (PROS);
Jadiel Nascimento (PROS);
Rozael do Divinópolis (PROS);
Edmilson do Salgado (PCdoB);
Gilberto de Dora (PSB);
Marcelo Gomes (PSB);
Ricardo Liberato (PSC);
Sivaldo Oliveira (PP);
Heleno do Inocoop (PRTB);
Zé Ailton (PDT);
Edjailson da Caru Forró (PT do B);
Romildo Oscar (PTN).

CONTRA:
Jajá (PPS);
Eduardo Cantarelli (PS);
Val (DEM);
Louro do Juá (PS);
Evandro Silva (PMDB);

ABSTENÇÃO;
Neto (PMN).


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro