22 de março de 2012 às 11h00min - Por Mário Flávio

Imaginem no lugar de vereadores já maduros, jovens discutindo a política de Caruaru na tribuna da Câmara Municipal. Projeto de autoria do vereador Diogo Cantarelli (PSDB) que define um parlamento formado só por representantes da juventude deve ser apresentado na sessão desta quinta-feira (22), para análise e votação. A proposta do PJC é formar um debate legislativo com 15 jovens, que representem diferentes segmentos no município.

Entre estes, juventudes partidárias, entidades LGBT, entidades de pessoas com deficiência fisica, de grupos empresariais, como ACIC, CDL e SINDLOJA, etc.. O parlamento teria uma dinâmica similar à rotina normal de atividades dos vereadores nas sessões da Casa, com reuniões ordinárias e desenvolvimento de debates. Segundo o assessor de gabinete de Diogo Cantarelli, Raffiê Dellon, que é vice-presidente da Juventude Nacional do PSDB, o projeto vai entusiasmar os jovens. “Eu digo sem medo de errar que o Parlamento Jovem vai ser mais empolgante e gerar mais debate do que muitos debates na Câmara Municipal”, comentou.

A estrutura do projeto segue uma linha similar à do Parlamento Jovem que já existe na Câmara Municipal de Recife. No entanto, caso o projeto seja aprovado, é preciso gerar o estímulo para que não seja apenas mais uma lei aprovada, depois sancionada, e aí deixada de lado para que se realize reuniões “só de vez em quando”.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro