19 de dezembro de 2017 às 11h48min - Por Mário Flávio

Do Jornal O Globo

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal da Justiça Federal do Rio de Janeiro. condenou pela quarta vez Sérgio Cabral na Lava-Jato. Desta vez, no âmbito da Operação Eficiência.

O ex-governador é acusado de ocultar um total de R$ 317,1 milhões, o que seria “apenas uma parte do que a organização crimonosa liderada por Cabral amealhou”, de acordo com o MPF.

Na sentença liberada hoje, Cabral pega mais 15 anos de prisão — agora, no total Cabral tem 87 anos de prisão para cumprir, se as penas forem mantidas em instâncias superiores.

Bretas também condenou Adriana Ancelmo, que está deixando hoje o presídio em Benfica, a oito anos de prisão.

Também foram condenados operadores de Cabral e Adriana, tais como Carlos Miranda (doze anos), Luiz Carlos Bezerra (quatro anos) e Thiago Aragão (7 anos)


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro