23 de agosto de 2013 às 07h55min - Por Mário Flávio

Deputada recebeu informações que prefeitura de Caruaru não resolve impasse desde o ano de 2008

Deputada recebeu informações que prefeitura de Caruaru não resolve impasse desde o ano de 2008

A deputada estadual Raquel Lyra (PSB) comentou a redução de vagas nos curso da Universidade de Pernambuco em Caruaru. Segundo ela, ficou sabendo da medida faz um mês e entrou em contato para ficar a par do caso. No entanto, não havia o que fazer, ois a decisão de reduzir as vagas já estava tomada.

A socialista disse que boa parte dos problemas ocorreram devido a burocracia criada pela prefeitura. “Eu tive ainda ontem com o coordenador do interior dos cursos, preocupado com essa situação, e nos colocava o grande imbróglio na desapropriação do prédio. O estado passou recurso para a prefeitura fazer, tem uma discussão desde 2008 e o prédio não foi passado ainda para o nome da UPE e isso inibiu e fez com que a UPE perdesse emendas parlamentares, para construir o prédio estimado em 3 a 4 milhões de reais. O nosso empenho é para que a gente possa primeiro tentar ter a sede própria da UPE e trabalhar nessa construção buscando recurso junto aos representantes de Caruaru ao governo do Estado, aos deputados federais para que pudesse passar emenda pra UPE”, disse.

A deputada disse ainda que é necessário rever algumas situações, só assim as vagas serão recuperadas. “Nós precisamos fazer um diagnóstico real, é claro que precisa completar o quadro de professores, isso está sendo estudado e discutido e nós estamos acompanhando e puxando também essa discussão, para que a gente possa ter a solução o mais rápido possível, para que a região de Caruaru não perca com essa redução de quantitativo de vagas”, pontuou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro