17 de agosto de 2013 às 09h25min - Por Mário Flávio

20130817-081757.jpg

No encontro regional do PSDB o deputado federal Bruno Araújo voltou a tecer criticas ao Partido dos Trabalhadores. O alvo dele foi a decisão do Governo Federal em tirar autonomia do estado sobre o Porto de Suape, um erro, segundo o tucano. Araújo, que é aliado dos irmãos Diogo e Eduardo Cantarelli em Caruaru, garantiu que se o partido tiver êxito na eleição de 2014, Suape volta a ser gerida pela governo de Pernambuco.

“Além de outras coisas, temos um projeto exitoso e devolver a Pernambuco, um marco de desenvolvimento, que é o Porto de Suape. Para dar suporte a isso, vamos trabalhar com oito governadores. A nossa diferença é grande do PT. Vejam esse escândalo de São Paulo, o nosso governo quer fiscalizar e punir a empresas siemens. É assim que se faz e não dizer que não sabia de nada, como muitos fizeram por aí”, disse.

O tucano garantiu que muitos partidos da base governista podem vir para dar sustentação a candidatura de Aécio Neves, que segundo ele, é o nome mais competitivo para enfrentar a presidenta Dilma Roussef (PT). “Temos hoje em Brasília muitos partidos que vivem na sabe por uma questão de cargos, mas que não aguentam mais esse modelo petista de governar. E nesse contexto, muitos começam a acenar para uma possível aliança de apoio ao PSDB. Vamos fazer uma campanha de clareza, feitas por políticos que tenham condições técnicas para um futuro governo do Brasil. Vamos construir um ambiente novo para que o PSDB mostre ser uma alternativa a um novo Brasil, com a presença do senador Aécio Neves, para comandar esse projeto”, expôs.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro