15 de junho de 2018 às 12h45min - Por Mário Flávio

Em março, a Scup Social, ferramenta de monitoramento de redes sociais, começou a realizar um monitoramento no Twitter para identificar a manifestação dos usuários da rede social sobre a intenção de voto nos principais presidenciáveis das eleições de 2018.

Desde então, o pré-candidato do PSC, Jair Bolsonaro, vem sendo o mais mencionado entre os 24 nomes monitorados, mostrando uma intenção de voto sempre positiva a cada mês. Desta vez, dos 6.891 comentários que continham a hashtag com o seu nome, 72,5% afirmaram uma intenção de voto nele. No entanto, os comentários sobre ele tiveram um tom mais negativo (32,18%) do que positivo (28,45%).

Um termo que ganhou representatividade devido aos acontecimentos do mês foi ‘caminhoneiros’. Ele apareceu entre as 5 expressões de tweets com o sentimento mais positivo sobre os presidenciáveis, indicando um forte apoio do público à causa.

Com o lançamento da pré-candidatura realizada no dia 8/6, Lula segue em segundo lugar no número de menções, mas com um número menor do que nos meses anteriores. Dos comentários feitos sobre o petista, o índice de aprovação vem crescendo. No primeiro mês do monitoramento, em março, 48,50% dos tweets afirmavam a intenção de voto nele. Já em maio este número subiu para 72,4%.

Já o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, passou de sexto para terceiro lugar no número de menções, roubando o lugar de Manuela d’Avila (PCB), mas o ganho no número de hashtags não representa, necessariamente, uma aprovação do público. A maioria dos comentários, 69,2%, declararam uma não intenção de voto e 31,07% deles tinham um tom mais negativo. A crescente popularidade do Ciro no twitter pode ter relação à forte campanha que o candidato tem feito nas redes sociais, e por sua aparição em programas de TV como o Roda Viva.

Já o candidato da esquerda, Guilherme Boulos, apareceu com 328 comentários, contra 110 no mês anterior, e manteve a aceitação do público da rede social, com 64,9% declarando que votariam nele e 40,24% de mensagens com tom positivo, contra 14,33% que trouxeram uma ideia mais negativa sobre o candidato.

O atual Presidente do Brasil, Michel Temer, pela primeira vez aparece bem posicionado no número de menções, desta vez em 5º lugar contra o 10º que ocupava em abril. O crescimento pode ter sido consequência da greve dos caminhoneiros que atingiu todo o Brasil e provocou muita cobrança de posicionamento do Governo Federal. Temer, no entanto, teve uma queda na aprovação de 78,5% em abril para 66,9% em maio.

A quantidade que expressou que votaria nulo também foi a menor dos 3 meses monitorados até agora, com 215 menções, contra os 740 e 356 referentes ao meses de março e abril, respectivamente.

No total, foram capturadas 14.368 interações sobre o tema no mês de maio. O estudo é feito para avaliar o que as pessoas andam dizendo no Twitter e não expressa a real intenção dos votantes brasileiros, já que não necessariamente quem emitiu a sua opinião é um eleitor ativo.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro