28 de janeiro de 2021 às 19h42min - Por Mário Flávio

Nota de Repúdio

O Blog do Ney Lima e o Portal Santa Cruz Online vêm a público repudiar a absurda determinação da presidência da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, que proibiu expressamente a presença da imprensa nas reuniões dos vereadores até o dia 23 de fevereiro.

A medida cita como justificativa o decreto estadual n° 50077, de 20/01/2021, que suspende a realização dos eventos corporativos, institucionais e sociais no âmbito do Estado, mas que em nenhum trecho impede o trabalho da imprensa.

Entendemos que a cobertura jornalística não pode se limitar ao envio de boletins por assessorias. São as lentes, os microfones, os olhos e ouvidos dos profissionais de imprensa que captam a veracidade dos fatos, sendo elementar essa atuação, até mesmo se estivéssemos estado de guerra. O ato do presidente da câmara, Capilé da Palestina (PSD), fere o princípio da transparência da administração pública em um momento em que o cidadão comum está restrito.

O trabalho do profissional de imprensa se difere do público em geral por ser considerado serviço essencial, conforme prevê o decreto presidencial Lei 13.979/2020, assinado e mantido desde o início da pandemia.

As medidas restritivas devem, de forma justa, limitar a quantidade de profissionais nas coberturas jornalísticas, mas jamais impedir que a imprensa exerça seu papel de forma livre, respeitando os procedimentos sanitários.

Por fim, nos unimos e nos solidarizamos com todos os demais profissionais de imprensa da cidade que se sentiram prejudicados e anunciamos que, através de nossa assessoria jurídica, e com a assinatura também dos vários parceiros do segmento local, estaremos ingressando na justiça para assegurar que a Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe respeite e considere a imprensa como serviço essencial, tal qual ocorre nos demais parlamentos pelo Brasil.

Blog do Ney Lima e Santa Cruz Online


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro