14 de agosto de 2013 às 07h55min - Por Mário Flávio

20130813-204949.jpg

O contabilista Bernardo Barbosa iniciou a fala sobre a LDO destacando a importância da Lei para a cidade. Ele disse que o composto de normas e regras vai ser essencial para construir o orçamento para Caruaru em 2014. Ele disse que é inconcebível classificar a LDO como uma mera peça de ficção, como alguns defendem. “É essencial que os cidadãos e os políticos conheçam as leis orçamentárias, por isso que não podemos aceitar que esse tipo de documento seja tratado como uma mera peça de ficção. Essa lei tem 185 artigos e por ser extensa, hoje não daria tempo para que possamos detalhar todo o documento”, disse.

Bernardo Barbosa explicou sobre o prazo em que a LDO vai tramitar na Casa e situou aos vereadores sobre a necessidade de fazer uma análise minuciosa do documento. “O orçamento sofre poucas emendas pelo fato de muitas vezes os legisladores não conhecerem a LDO, que muitas vezes trava as emendas, por isso a necessidade de conhecer as leis orçamentárias”, disse Barbosa.

Ele ainda comentou sobre a questão da realização das Audiências Públicas, a qual determina o Estatuto das Cidades. “As audiências devem ocorrer e a Comissão de Finanças da Câmara deve promover uma para que o cidadão possa ter vez e voz para debater a LDO. Isso é importante demais para que o cidadão participe dessa discussão”, disse. A palestra durou quase uma hora e na sequência os vereadores fizeram perguntas para tirar dúvidas sobre o assunto.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro