30 de março de 2012 às 08h24min - Por Mário Flávio

A base do governo  Zé Queiroz (PDT) na Câmara segue com muitos problemas. Na Sessão da noite passada reclamaram dos secretários os vereadores Rogério Meneses, Dr. Demóstenes, Ranilson Enfermeiro, Edmilson do Salgado, Lícius Cavalcanti e até o eterno aliado do poder, Leonardo Chaves. Somando aos vereadores Val e Louro do Juá, que são da oposição, mais da metade dos discursos na Sessão de ontem foi para tecer críticas a alguma ação ou falta da mesma, por parte de algum secretário.

O comentário nos corredores da Câmara é que enquanto ex-aliados de Tony Gel são privilegiados no governo, os vereadores seguem sendo tratados a pão e água pela articulaçáo da prefeitura municipal. As maiores reclamações foram dirigidas ao diretor de Limpeza, Maurìcio Silva e a secretária de saúde, Aparecida Souza, que teve homanagem aprovada pelo trabalho desenvolvido a frente da Pasta. Enquanto a articulação da prefeitura ignora a Câmara, em muitos casos por problemas de ordem pessoal, a base segue esfacelada e a cada reunião, as feridas são expostas e o governo é sangrado na Casa. Coube aos vereadores Adolfo José e Zé Ailton sair em defesa do governo, o que diante das críticas é muito pouco, para um governo com uma base tão ampla.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro