18 de junho de 2012 às 08h30min - Por Mário Flávio

O filho do cantor e homenageado do São João, Azulinho, soltou o verbo contra a Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru. Ele desmentiu a informação repassada pelo presidente da FCT, José Pereira, que afirmou com exclusividade ao blog, o cancelamento do show do Azulão. Segundo Pereira, o motivo é o cachê de 40 mil reais cobrado pelo artista.

Na entrevista, José Pereira disse que deixou a família do artista a vontade para ele escolher uma data de apresentação. No entanto, essa informação foi descartada por Azulinho. “Essa noticia que o dia 23 foi escolha da nossa família eu desminto. A real situação e que no governo anterior, o cachê de Azulão era 25 mil reais e em 2009, já no governo Zé Queiroz, o valor foi mantido e em 2010 fui convocado para uma reunião junto com o meu irmão e nos foi feita uma proposta pelo presidente José Pereira para diminuirmos o cache de Azulao para 20 mil, com isso, ele colocaria Azulão em mais três cidades vizinhas no São João. Cumprimos nossa parte, já o presidente não cumpriu o acordo e agora diz que fez um reajuste no cachê? Isso não é verdade e machuca muito a gente”, desabafou.

O prefeito Zé Queiroz comentou hoje pela manhã a questão e jogou para a família do cantor a responsabilidade do cancelamento da apresentação. “Aumentamos o cachê de Azulão para 25 mil reais, ele é o nosso homenageado e isso tudo mostra o carinho que temos por ele. Agora, se a família dele não quer se apresentar no São João, é lamentável”, disse.

 


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro