24 de maio de 2013 às 17h25min - Por Mário Flávio

Augusto Coutinho

O deputado democrata Augusto Coutinho (DEM) participou de entrevista do programa “Nordeste em Foco”, nessa quinta (23), para falar as emancipações, que estão emperradas no Congresso, com previsão de votação para o próximo dia 04 de junho.

Segundo Augusto, houve comprometimento do presidente do Congresso, Henrique Alves (PMDB), para votar a matéria. “Percebo que se trata de uma questão pacífica, em que não existem grandes barreiras para barrar o projeto, no entanto, é bom que todos fiquem atentos às ações e passos daqueles que representam o Governo Dilma”, disse ele.

Quanto ao motivo alegado para o adiamento da votação, inicialmente prevista para esta semana, Augusto Coutinho foi incisivo e rebateu a versão do presidente do Congresso, que alegou uma viagem aos EUA para protelar mais um pouco a votação. “Eu não engulo isso. Quer dizer que se ele viajar outras vezes, outras votações serão adiadas?”, indagou. “Na verdade o presidente do Senado, Renan Calheiros, disse que não se repetiria o que aconteceu com a MP dos Portos, que a matéria foi da Câmara para lá com um tempo muito apertado para apreciação final. Ele exigiu um prazo mínimo de dez dias para que as matérias cheguem antes da votação final. Por isso a votação da PLP 416 foi adiada em mais uma semana, não por viagem de quem quer que seja”, completou.

COMUNICADOR INDIGNADO

Defensor do projeto de emancipações, o comunicador Alberes Xavier viajou para Brasília nas últimas semanas, a fim de acompanhar a apreciação do projeto, e também demonstrou sua insatisfação pela não votação da PLP. “Segundo o deputado federal Zé Augusto, dia 04 de junho tudo será definido, espero que sim, pois o nosso povo já não aguenta mais tanto adiamento. Tem gente, assim como eu, fazendo das tripas coração para acompanhar todo este processo e esses adiamentos têm deixado muita gente triste”, disse.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro