5 de fevereiro de 2013 às 07h55min - Por Mário Flávio

Câmara de Caruaru em reforma

Uma Casa que vai funcionar pela metade. Essa é a situação da Câmara Municipal de Caruaru, com o atraso na obra que está reformando a Casa Jornalista José Carlos Florêncio. Os problemas ainda são muitos e apenas o plenário da Câmara estará liberado para que a sessão seja realizada, já que a falta de planejamento, segundo o atual presidente, Leonardo Chaves (PSD), ainda é motivo de muita dor de cabeça para a atual gestão.

Alguns vereadores ainda não têm gabinete, já que apenas 15 aparelhos de ar condicionado foram comprados pela gestão de Lícius Cavalcanti (PCdoB) e a compra de novos deve passar por processo licitatório e devido a burocracia, leva algum tempo para que todas as etapas sejam feitas. A sala de imprense segue funcionando de forma improvisada e os profissionais devem ter que usar as galerias para fazer as reportagens.

O problema é que o espaço entre uma cadeira e outra não foi bem calculado e só podem sentar pessoas de dois em dois blocos. Mas a maior reclamação diz respeito a outros dois setoes da Casa: o salão nobre e a parte da Câmara que funciona na Rua São Sebastião. O primeiro espaço estava servindo de depósito para amontoar o material da obra, além disso, Leonardo Chaves diz que madeira de boa qualidade foi trocada por material perecível.

O espaço da Rua São Sebastião, local destinado aos trabalhos dos servidores está sendo chamado por Leonardo Chaves de labirinto e segundo o atual presidente, terá que passar por uma nova readequação, para atender as necessidades dos servidoes.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro