14 de dezembro de 2016 às 07h05min - Por Mário Flávio

Arraes

Por proposição do deputado estadual José Humberto Cavalcanti (PTB), a Assembleia Legislativa de Pernambuco realizou sessão solene na noite desta terça-feira (12) para homenagear o centenário de nascimento do ex-governador Paulo Pessoa Guerra.

Além de familiares e amigos do ex-governador, prestigiaram a sessão o presidente da Casa, deputado Guilherme Uchoa (PDT) e vários parlamentares de diversos partidos.

Paulo Guerra, em seu curto mandato de governador (1964-1966), construiu o Hospital da Restauração, no Recife, que hoje leva o seu nome, e a Fundação de Ensino Superior de Pernambuco (FESP), hoje Universidade de Pernambuco.

O ex-governador nasceu no dia 12 de dezembro de 1916 no Engenho Babilônia, município de Nazaré da Mata. Era filho de João Pessoa Guerra e de Maria Gaião Pessoa Guerra.

Após formar-se em Direito, foi nomeado pelo então interventor Agamenon Magalhães para prefeito de Orobó e depois de Bezerros.

Foi, ainda, diretor do Departamento Estadual de Imprensa e Propaganda, diretor da Penitenciária Agrícola de Itamaracá, deputado federal (1946 e 1950), deputado estadual (1954 e 1958) e vice-governador de Miguel Arraes (1962).

Com a queda deste pelo golpe militar de 64, assumiu o Governo de Pernambuco até o final do mandato do ex-governador.

Em 1970 elegeu-se senador pela Arena ao lado do comerciante Wilson Campos, ex-presidente do Náutico e pai do ex-governador Carlos Wilson (já falecido). O candidato derrotado foi José Ermírio de Moraes (MDB), que concorria à reeleição.

Paulo Guerra faleceu no Recife no dia 9 de julho de 1977 em pleno mandato de senador. Foi substituído pelo suplente Murilo Paraíso.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro