13 de julho de 2012 às 20h57min - Por Mário Flávio

O suspeito de homicídio do candidato a prefeito de Belo Jardim acabou preso nesta sexta-feira (13), ao se apresentar na Delegacia do município. O vigilante Teodomiro Rufino Leal Neto, de 35 anos, é acusado de assassinar Karley Gerlan Barros de Melo, pretenso candidato a Prefeitura da cidade. De acordo com a polícia, o crime foi passional tendo em vista que o suspeito descobriu que a sua esposa vinha mantendo um relacionamento extra-conjugal com a vítima. Ele confessa o crime, apesar de alegar uma suposta legítima defesa. Para a polícia, os indícios no local da ocorrência não apontam para esta versão.

Segundo o delegado Gilberto Loyo, da Seccional de Belo Jardim, a suspeita de conotação política para o crime foi afastada das investigações nos primeiros dias de diligências. “Nas primeiras ouvidas verificamos a ligação e a partir de então trabalhamos para conseguir o mandado de prisão do suspeito”, informou. Após decretada a medida cautelar, os policiais negociaram com familiares e advogado a entrega do suspeito que compareceu hoje à Unidade Policial. Ele foi ouvido e encaminhado ao Presídio de Pesqueira, onde vai aguardar julgamento.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro