18 de março de 2016 às 11h38min - Por Mário Flávio

A suposta esquerda brasileira parece trabalhar com dois pesos e duas medidas. Agora estão clamando por causa de supostos erros cometidos pela justiça em ter posto em público a linguagem escusa e arrogante de Lula e todos os seus interesses. O Brasil honesto, justo e daqueles que trabalham e pagam altos impostos clama para que todos os corruptos sejam culpados e condenados. Porque será que Lula hoje é evidenciado? Exatamente pelo fato de ele ser o chefe de um um grupo que espoliou o Estado em função dos interesses particulares.

Muitos o defendem afirmando que ele fez o Brasil evoluir socialmente com os programas de inclusão. Pensar que pelo fato de ele ter incluído através do bolsa família milhares é uma ignorância total, é desconhecer que em qualquer Estado moderno tem de haver algum tipo de subsidio para aqueles que estão em situação social de risco e que conceder um valor para o auto sustento daqueles que estão em penúria é obrigação do Estado. (vide o New Deal)

Aqueles que defendem o PT e suas práticas corruptas estão provavelmente defendendo mais do que questões ideológicas. Acredito que eles igualmente defendem suas funções, suas trocas de favores. O problema é que o PT generalizou a corrupção e naturalizou-a. Lula não acha que que o ele faz é errado. Seus “peões” – como o próprio diz – o defendem com unhas e dentes e ele, assentado em seu trono africano de arrogância, zomba de tudo e de todos, inclusive da capacidade intelectual das pessoas.

Os intelectuais orgânicos que são aqueles que tem a função de defender supostos partidos de esquerda estão a postos afirmando a inocência do ex-presidente. As universidades federais já se posicionaram em favor de Lula. Porque será? Será que é por uma questão de princípio? Duvido muito que o seja, já que as universidades hoje são ambientes apodrecidos pela ignorância e pela banalidade.

São ambientes autoritários e de um nível de ensino fraco – digo ensino/aprendizagem – ou de defesa ideológica ou de arrogância catedrática. Vale lembrar dos super salários dos professores que se esquecem dos outros professores, se brincar mais essenciais que eles. Em essência, os universiotários são uma das classes evidentemente compradas por Lula e seus pares.Não sai nada que preste em termos de conhecimento onde somente predomina a arrogância dos ideólogos. Cada dissertação é uma pregação, principalmente na área das humanidades, que é um ramo de doutrinação.

É até mesmo compreensível a defesa de Lula no que diz respeito a esperança que nele foi depositada no passado. Porém não é por isso que devemos fechar os nossos olhos diante dos fatos. Se Lula está sendo explicitamente denunciado é porque ele é um sujeito público e influente, além de ter sido presidente por 8 anos. Não podemos negar de jeito nenhum que o governo brasileiro hoje é uma quadrilha e que não está limitado apenas a um partido, é toda um arcabouço que está instaurado no Brasil com a finalidade de manter as estruturas sociais, com ações apenas ilusórias e paliativas (conservadoras) como os programas de inclusão que definitivamente não tiram ninguém da miséria. Apenas mantem a estrutura de poder corrupta invisível pelo fato de a população mais pobre estar totalmente por fora da realidade social.

Aqueles que dizem que os mais pobres não participam das manifestações porque estão fora da classe média ou porque não são coxinhas se enganam ao não entender também que este governo em nenhum momento quis que esta camada da população fosse incluída educacionalmente nas questões da realidade brasileira. Para quê dar educação a pobre – diria Lula? Se dermos educação ao pobre ele não votará mais em nós.

Por fim quero dizer que infelizmente por ora não há saída para o Brasil. A saída está naqueles que procuram viver suas vidas de forma digna e honesta. Estes são aqueles que vivem de forma independente e não necessitam se envolver com políticos para poder ter algo na vida. Infelizmente nem tão cedo estes esquemas corruptos serão abolidos, eles agradam também a muitos que são aqueles que estão recebendo ótimos salários através da venda de si próprio, da sua consciência e de sua alma. A insensibilidade está por toda parte. São os beneficiários que não conseguem enxergar além dos seus próprios privilégios.

O que resta ao homem/mulher brasileiro comum é a dignidade. Não se envolva com os mafiosos da política, com nenhum deles.

*Tiê Félix é professor


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro