5 de outubro de 2017 às 07h34min - Por Mário Flávio

“Fomos afundados numa crise sem precedentes. Tenho muita confiança porque sei que o governador Paulo Câmara passou dois anos equilibrando as contas, para agora voltarmos a crescer. As receitas pouco a pouco vão se recuperando. Aqueles que querem antecipar o calendário eleitoral, vão quebrar a cara”. E mais: “Vivemos um momento de radicalização política e Paulo é o governador certo para este momento. Ele é sereno, sabe ouvir as pessoas e vem conduzindo o Estado com grande responsabilidade e zelo”.

As afirmações acima foram feitas, há menos de seis meses, pelo senador Fernando Bezerra Coelho. O mesmo que ontem, em artigo no Jornal do Commercio, tentou desqualificar o governador.

No texto, o senador reconhece que Pernambuco sofreu os efeitos da maior crise econômica da história do País, consequência da desastrosa gestão da presidente Dilma Rousseff. No entanto, também esquece que serviu ao Governo da ex-presidente.

Esse é o senador Fernando Bezerra Coelho. Sempre que enxerga um novo projeto eleitoral, revela as principais marcas da sua trajetória política: o oportunismo e a traição.

Pernambuco sofreu sim os efeitos da grande recessão brasileira. Mas o governador Paulo Câmara, com dedicação, honestidade e espírito público, fez o dever de casa. Os dados do 1º semestre de 2017 confirmam. Enquanto a economia nacional patinou próxima a 0%, o PIB estadual cresceu 2,3%, mais que o dobro de Bahia e Ceará.

Aqui, realizamos o maior ajuste fiscal do Brasil. Um corte nominal de 2,5% nas despesas de custeio. Quanto aos empreendimentos privados, atraímos 377 novas empresas num montante de R$ 2,7 bilhões.

No enfrentamento à maior seca da história, já foram investidos R$ 1,6 bilhão em mais de 100 obras hídricas.

Na área da segurança, 2.800 novos policiais foram colocados nas ruas. Mais 2.600 estão se preparando para ampliar o efetivo. O Governo Estadual está investindo R$ 290 milhões em novas viaturas e equipamentos.

Mais que isso: estamos cuidando do futuro da nossa juventude. Hoje, o Estado tem a melhor escola pública de ensino médio do Brasil.

Por essas e outras razões, faço minhas as palavras do senador: Paulo é a pessoa certa, no lugar certo, na hora certa. E, por isso, vai ter o reconhecimento do povo de Pernambuco.

*Raul Henry é vice-governador de Pernambuco


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro