10 de abril de 2015 às 10h04min - Por Mário Flávio
Existe uma movimentação para unir o DEM ao PTB, além disso há uma articulação para atrair vários senadores para o partido, se der certo levará o PDT da quinta para segunda maior bancada no Senado. A fusão entre as duas legendas chegou a ser divulgada como certa no início desta semana, com parte da cúpula do DEM já comemorando. Ao decorrer dos dias o PTB se manifestou cauteloso e não confirmou, tardando a decisão para o segundo semestre. Nomes como o de Armando Monteiro (PTB) atual ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Walter Pinheiro (PT-BA), Paulo Paim (PT-RS), Delcídio do Amaral (PT-MS) e Marcelo Crivella (PRB-RJ) estariam sendo consultados por Carlos Lupi (PDT). O senador Douglas Cintra (PTB) também teria que decidir permanecer no Governo ou ir para oposição.

Em parte, para o PDT seria vantajoso pois o partido passaria de 11 para 15 senadores, pulando da quinta para a segunda maior bancada do Senado. Presidindo a legenda no estado o deputado federal Wolney Queiroz deve estar administrando a questão analisando todos os cenários possíveis, inclusive 2016.

CASAMENTOS COMPLICADOS…
As raíses do DEM (Democratas): refundado em 28 de março de 2007, veio do PFL (Partido da Frente Liberal) fundado em 1985, que veio do PDS (Partido Democrático Social), que já foi ARENA (Aliança Renovadora Nacional), partido mantenedor da ditadura militar de 1964-1985. Outra vertente do extinto PFL estava no DEM e ressuscitou PSD (Partido Social Democrático), partido fundado em 17/07/1945 e extinto pela ditadura militar, pelo Ato Institucional Número Dois (AI-2), em 27 de outubro de 1965. 

Você lembra do PL (Partido Liberal)? dele saiu o PR (Partido Republicano) e em 2006 anunciou o matrimônio com o PRONA (Partido de Reedificação da Ordem Nacional), que depois da morte de Enéas Carneiro passa a ser PR (Partido da República) mas mantém o número do PL (22).

O PSDB (Partido da Social-Democracia Brasileira), fundado em 1988, mas parece uma ideia fora do lugar pois na sua origem teve quadros de classe média e sem base operária que se autodenomina social-democrata. O PPS (Partido Popular Socialista), que largou o partidão PCB (Partido Comunista Brasileiro) e casou oficialmente com PMN (Partido da Mobilização Nacional) e dessa união nasceu em 2013 o Mobilização Democrática (MD). Naquele mesmo ano uma disputa pelo “pai” da criança acabaria a abortando. O mesmo PPS já se inclinava para centro-direita em 2010 integrando a coligação que apoiou o tucano José Serra na disputa pela Presidência.

OS DE ESQUERDA – Os Caminhos e descaminhos da Esquerda no Brasil? Isso dá papo para outro dia…

REFORMA POLÍTICA JÁ…
Eu alcancei o tempo que no Brasil só tinha dois partidos: o da direita e o da esquerda, e naquele meio os comunistas buscando uma brecha apesar da resistência da ditadura militar. O Brasil precisa de uma urgente e ampla Reforma Política.

SENADOR LEVANTA INDAGAÇÃO
Um senador ou deputado licenciado do cargo, para exercer função de ministro de Estado, pode simultaneamente assumir vaga em conselho de administração de empresa pública,  sociedade de economia mista e outros órgãos da administração pública?
Quem questiona a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania sobre isso é o senador Douglas Cintra (PTB-PE), afirmando que “é indispensável a manifestação da CCJ sobre o assunto, tendo em vista a segurança jurídica de eventuais nomeações desses ministros como membros dos conselhos de administração ou fiscal de entidades vinculadas às pastas que estejam eventualmente ocupando, enquanto licenciados do cargo parlamentar.”

PARA REFLETIR:
“De quem depende a continuação desse domínio?
De quem depende a sua destruição?
Igualmente de nós.
Os caídos que se levantem!
Os que estão perdidos que lutem!
Quem reconhece a situação como pode calar-se?”
(Elogio da dialética- Bertold Brecht) 

*Paulo Nailson é colaborador

Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro