23 de março de 2013 às 14h25min - Por Mário Flávio

Provável candidato à Presidência em 2014, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), assumiu sua aproximação com o tucano José Serra e aprofundou o constrangimento existente entre o ex-governador paulista e aliados do senador Aécio Neves (MG) no PSDB. Campos e Serra trocaram elogios nos últimos dois dias, depois de a Folha de São Paulo revelar que eles haviam se encontrado, na semana passada, na casa do tucano, em São Paulo.

Questionado sobre a reunião, Serra disse que a candidatura de Campos seria “boa para o Brasil e boa para a política”. Em resposta, Campos afirmou que tem “muito em comum”com o tucano e citou temas como distribuição de renda e a preocupação com o crescimento da economia. “Esse campo em que Serra sempre militou é mais próximo do nosso do que muita gente que está e esteve conosco na base de sustentação do presidente Lula. Todo mundo sabe disso”, disse Campos. Reagindo ao incômodo criado pelo flerte, defensores da candidatura presidencial do senador Aécio Neves acusaram Serra de trabalhar para “constranger” a legenda.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro