2 de outubro de 2013 às 09h27min - Por Mário Flávio

20131002-093029.jpg

Depois de reunião entre membros do PMN em Caruaru na segunda (30), o vereador Neto agora confia que os problemas envolvendo a organização do partido em Caruaru e as cobranças aos dois vereadores da legenda serão resolvidos.

“Foi uma reunião positiva para o crescimento do partido. Eu disse no encontro que muito coisa aconteceu entre os membros devido à falta de organização. Desde o tempo que eu e Rozael nos elegemos, não tinha ocorrido nenhuma reunião. Antes de outubro a dezembro, também não houve. Mas a primeira ata de reunião do partido foi a de segunda, em que se esclarece que o PMN é oposição e que o vereador Rozael vai continuar na oposição, segundo ele mesmo declarou. Se ele não acompanhar isso, vai para o estatuto e ele será punido”, destacou Neto, referindo-se ainda ao ultimato dado a Rozael na semana passada sobre ele continuar ou não na oposição, vide sua relação “mais cordial” com a base do governo.

Contudo, o vereador garantiu que isso não se trata de puxar as rédeas de Rozael. “Não foi para isso. Foi para organizar o partido. O PMN cresceu, elegeu dois vereadores, teve filiados com mais de 500 votos, ou seja, se tornou mais forte. Mas é como uma empresa, se estiver desorganizada vai à falência. Eu garanto que o PMN a partir dessa reunião é outra organização”, completou.

O vereador Rozael garantiu em tribuna que seguirá na oposição, orientando-se pelo partido, mas que votaria pela própria consciência.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro