27 de fevereiro de 2014 às 07h25min - Por Mário Flávio

20140226-215059.jpg

O vereador em exercício Antônio Carlos (DEM) segue com o discurso afiado na Câmara. Ele disse que espera por um ano político quente na Casa, já que houve alfinetadas contra o governador Eduardo Campos (PSB) e a presidenta Dilma Roussef (PT). Segundo ele, com a definição dos quadros a situação vai deixar o ambiente tenso na Casa.

“E as parcerias acabaram? O clima vai esquentar aqui, já que Dilma e Eduardo irão ser alfinetados esse ano. Quem jogou para a plateia em 2010 foi o presidente Lula, que tinha a intenção de eleger Dilma, agora ele terá que aguardar as consequências desse governo e dessa indicação”, disse.

Sobre o cancelamento do camarote do carnaval da prefeitura e do governo de Pernambuco, ele viu a ação com desconfiança e ainda deu uma alfinetada, de leve, no líder do governo na Casa, Ricardo Liberato (PSC), que sugeriu fazer o mesmo com o camarote no São João de Caruaru. “Essa história de economia agora? Quem garante que se economizar um milhão ou dois vai ser voltado para obras sociais em Caruaru? As festas também fazem parte das nossas culturas, vejam o exemplo da semana pré em Caruaru, que foi um sucesso e acredito que gostaríamos de ter até festa de carnaval aqui na cidade, já que a maioria não viaja”, expôs.

Ele ainda disse que a cidade de descuidou sobre o São João e perdeu a oportunidade de ser incluída no calendário oficial da FIFA. “Escutando os discursos e a gente diz que a política é algo impressionante. O vereador Jaélcio Tenório citou várias obras e depois a Copa do Mundo. As pessoas nos questionam o fato de construir estádios com o padrão FIFA e por qual motivo não construir hospitais, escolas e tudo no padrão FIFA. O São João de Caruaru ficou de fora do catálogo oficial da FIFA por falta de prestígio da nossa prefeitura e o estado também falhou. Nenhuma seleção escolheu Pernambuco para ficar com a sede, isso mostra que houve falha”, explanou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro