5 de março de 2012 às 10h30min - Por Mário Flávio

Nas últimas semanas, alguns protestos de vendedores ambulantes de Caruaru causaram estranhamento sobre como a Secretaria de Gestão de Serviços Públicos estaria desenvolvendo as ações de planejamento e organização de feirantes e ambulantes nas Ruas do Centro e próximas à Feira da Sulanca. No entanto, o secretário da pasta, Anselmo Pereira explica que desde novembro de 2011 a secretaria tem realizado ações de ordenamento, disciplinando os vendedores, o que contraria as reclamações de alguns ambulantes desgostosos que ameaçaram fazer protestos na semana passada.

“Nós temos realizado reuniões com os sindicatos e associações de feirantes, a fim de discutir as melhores formas de organizar o fluxo de vendedores no centro da cidade, para não atrapalhar o trânsito nem a circulação de pessoas nas ruas. Essas reuniões acompanham também uma série de ações de orientação e disciplinamento que estamos realizando, por orientação do próprio prefeito, em nenhum momento tratamos os ambulantes com repressão”, explica Anselmo.

Um dos exemplos que Anselmo cita é recente. Um vendedor ambulante na Avenida Lourival José da Silva estava com seu carrinho desorganizado e, por algumas vezes, tomava muito espaço da calçada ou da rua. Ele foi orientado então a organizar seu carro e ocupar um espaço na rua que não atrapalhasse motoristas ou pedestres, como mostram as imagens no final da matéria. Além dessas orientações, a secretaria foi elogiada pelo vice-presidente da Asociação dos Sulanqueiros e Feirantes de Caruaru (ASFEC), Pedro Moura, pelas ações para de disciplinamento dos ambulantes nessa Avenida. Os feirantes reclamavam que os bancos na área de brasilit estavam sendo tomados pelos vendedores semanalmente.

Na sexta-feira (02), feirantes e ambulantes estiveram reunidos na Secretaria de Gestão de Serviços Públicos para abordar alguns temas. Os principais pontos abordados foram: a circulação mínima de ambulantes nas ruas, para deixar as calçadas livres; a licitação de todos os estacionamentos da Feira da Sulanca; horário de utilização de energia nos bancos da feira; reforço de água e limpeza dos banheiros químicos dos bancos na área da brasilit (próximos ao Atacadão) e solicitação de reforço de segurança de agentes da Destra e guarda municipal .


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro