10 de janeiro de 2013 às 20h35min - Por Mário Flávio
Vítor Lima recebido pelos pais e pelo irmão durante chegada a Recife

Vítor Lima recebido pelos pais e pelo irmão durante chegada a Recife

Parte de um grupo de 11 intercambistas que retornaram a Pernambuco na quarta-feira (9), depois de uma temporada nos Estados Unidos, o caruaruense Vítor Lima, 15 anos, chegou a Recife cheio de saudades e dando orgulho aos pais. Ele passou cinco meses estudando em um colégio em Phoenix, no Arizona, e integrou mais um grupo do Programa Ganhe o Mundo, do Governo Estadual.

Eva Lima, mãe do estudante não se aguentava de saudades. Há cinco meses, antes que o filho viajasse para Phoenix, no Arizona, ela afirmou que depositava mais expectativa na volta do que na ida. Quando Victor atravessou o portão de desembarque, com uma bandeira de Pernambuco cobrindo a bagagem, e uma camiseta do time de futebol-americano Philadelphia Eagles, Eva não segurou as lágrimas. “Foram cinco meses de muito amadurecimento. Ele passou por experiências que jamais viveria se não tivesse ido”, disse.

Aluno da da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Arnaldo Assunção, Victor fez amigos, desenvolveu o inglês e ainda foi escolhido o melhor aluno de alemão de sua classe. “Ele foi para falar inglês e voltou falando inglês e alemão”, festejou a mãe. Para ele, imergir em uma cultura estrangeira por tanto tempo foi uma experiência sem igual. “A gente costuma ouvir que as pessoas lá são frias, mas eu encontrei gente muito acolhedora, que me deu força pra continuar nos momentos difíceis”, conta Victor.

O coordenador do Ganhe o Mundo, Aurélio Molina, vibrou com o sucesso do programa. “Para esses meninos, o intercâmbio não foi só uma experiência educacional, foi uma imersão cultural e existencial”, avaliou. Segundo Molina, as mudanças não aconteceram só nos estudantes. “A distância acabou provocando uma inclusão digital espontânea das famílias, que passaram a usar ferramentas como o Facebook e o Skype para se comunicar com os filhos no exterior”. Nesta quinta-feira (10), mais 34 estudantes desembarcaram no Recife e reencontram as famílias, vindos dos estados do Arizona, Califórnia e Minnesota. Até o final de janeiro, retornam todos os 122 jovens que ficaram hospedados em cidades norte-americanas.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro