26 de outubro de 2013 às 16h25min - Por Mário Flávio

Do Estado de São Paulo

O Brasil obteve apoio da Alemanha para tentar aprovar na ONU resolução a favor da privacidade na internet. A proposta, inicialmente brasileira, será agora dividida com o governo alemão, também atingido diretamente pela espionagem da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA). O Itamaraty confirmou que deverá reescrever, com os alemães, o primeiro rascunho de uma resolução a ser apresentada à Assembleia-Geral. A votação pode ser ainda neste ano. A decisão alemã de unir esforços com o Brasil foi revelada ontem pela revista americana Foreign Policy. Representantes dos dois países se reuniram com diplomatas de nações europeias e latino-americanas e decidiram dar força à proposta feita pela presidente Dilma Rousseff em setembro. Nos últimos dias, descobriu-se que pelo menos 35 países foram monitorados.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro