24 de janeiro de 2014 às 09h55min - Por Mário Flávio

20140124-080554.jpg

Será inaugurado no próximo dia 30 de janeiro, às 15h, o primeiro Centro de Qualificação de Inclusão Produtiva em Agrestina. Através da iniciativa, a Prefeitura Municipal visa inserir pessoas em vulnerabilidade social no mercado de trabalho a partir da capacitação profissional. A comunidade beneficiada será a da Vila Cruz de Água Branca, através do Programa Pernambuco no Batente, que oferecerá 20 vagas no curso de Costura. Ainda receberão as unidades a população de Barra do Chata, Pé-de-Serra dos Mendes, Barra do Jardim e Vila de Santa Tereza, com aulas previstas para ter início ainda no primeiro trimestre de 2014.

De acordo com o diretor de Desenvolvimento Econômico, Wladimir Félix, este é um projeto de inclusão produtiva, o empreendedorismo e associativismo. As máquinas permanecerão nas comunidades e a produção funcionará em modelo de facção, no qual empresas contratam os profissionais como terceirizados para a costura de bolsas e peças de vestuário. “Vamos incentivar a produção local, exclusivamente nas comunidades rurais, para que todos eles tenham a possibilidade de melhorar a renda e trabalhar profissionalmente com a qualificação adequada”, explica.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro