14 de janeiro de 2014 às 09h25min - Por Mário Flávio

20140114-090306.jpg

O vereador Neto (PMN) espera pelo habeas corpus preventivo para se apresentar a justiça. Essa foi a informação repassada pelo advogado dele, Maviel Peixoto. A defesa ingressou ontem com o pedido junto ao Tribunal de Justiça, mas não conseguiu que o pedido fosse apreciado pelo Desembargador Fausto Campos.

A expectativa do advogado é que até o fim da manhã de hoje a resposta seja dada pela justiça. “Nós estamos nos dirigindo novamente ao Recife, porque ontem não foi possível ser lançada a decisão do habeas corpus preventivo. A nossa pretensão é apresentá-lo ainda hoje a tarde, bem como, é um desejo do vereador se apresentar perante ao judiciário”, disse Maviael Peixoto. Neto teve o segundo mandado de prisão decretado por ameaça a testemunha, fator negado pela defesa. Um mandado similar foi emitido contra o vereador Evandro Silva (PMDB), mas a defesa do
peemedebista conseguiu liminar e após cinco dias preso, Evandro deixou a Penitenciária de Caruaru na noite desse segunda.

Operação Ponto Final Os vereadores Jadiel Nascimento (PROS), Sivaldo Oliveira (PP), Val das Rendeiras (PROS), Cecílio Pedro (PTB), Val (DEM), Louro do Juá (DEM), Eduardo Cantarelli (SDD), Neto (PMN), Evandro Silva (PMDB) e Jajá (PPS) foram presos no dia 18 de dezembro durante a Operação Ponto Final, da Polícia Civil. Eles são acusados de concussão, corrupção passiva e organização criminosa.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro