24 de abril de 2013 às 09h25min - Por Mário Flávio

20130424-085930.jpg

Os empresários do setor de transporte saíram com sentimento de indiginação após a decisão do presidente do Sindecc, Milton Manoel, em deixar a cadeira do COMUT e consequentemente cancelar a reunião para definir o aumento no preço das passagens de ônibus em Caruaru. Sempre contido ao fazer uma crítica, o presidente do Sindicato de Trasportes Coletivos de Passageiros de Caruaru, Afoldo José, soltou o verbo contra a postura adotada pelo sindicalista.

De acordo com o empersário, a decisão de Milton foi proposital e prejudicou a categoria. “Saio decepcionado da reunião. Uma pessoa que se diz representante dos trabalhadores, esquece que primeiro teria que zelar pelo emprego, caso contrário, não teríamos empregado, um depende do outro. O trabalhador é altamente beneficiado no Brasil com o uso do vale transporte, a questão é fazer o bom uso dele, já que ele é tido como moeda de troca e é vendido livremente em Caruaru”, disse.

Adolfo ainda aumentou o tom das críticas e disse que Milton pensou apenas em si, quando tomou a decisão. “Ele tem um discurso truncado e por isso a nossa decepção. Foi uma manobra mesquinha em atrasar os trabalhos do COMUT e prejudicou o sistema de trasporte”, disparou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro