6 de dezembro de 2012 às 05h55min - Por Mário Flávio

A decisão da Justiça Federal que manteve a expressão “Deus seja Louvado” nas cédulas de Real foi pauta de pronunciamento do deputado estadual Adalto Santos (PSB) na tribuna da Assembleia Legislativa de Pernambuco, nesta quarta-feira (05).  Processo impetrado pelo Ministério Público Federal de São Paulo pedia a retirada da expressão, sob o argumento de que se tratava de violação do Estado laico, mas o entendimento do Judiciário, negando o pedido, foi festejado pelo parlamentar.

Adalto Santos lembrou que já se pronunciou em defesa da manutenção da frase, por considerar que o fato só valoriza e enobrece o povo brasileiro, sem tornar o Estado submisso a qualquer religião. O deputado informou, ainda, que bancada da Câmara Federal se mobiliza pela aprovação de um projeto de lei do deputado federal Pastor Eurico (PSB), no sentido de tornar a frase de louvor obrigatória em todas as cédulas da moeda brasileira.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro