13 de janeiro de 2014 às 09h25min - Por Mário Flávio

O deputado estadual Adalberto Cavalcanti (PTB) relatou o clima de comoção por que passa a cidade de Parnamirim, no Sertão pernambucano, em virtude do assassinato do líder comunitário Wigo Messias Santos, de 35 anos. O crime aconteceu na tarde da última quarta-feira (8), no quilômetro 12 da PE-555, quando o líder comunitário seguia de moto em direção à sua residência, no Povoado do Jacaré, Zona Rural do município.

Wigo deixou esposa e seis filhos, inclusive um casal de gêmeos de apenas três anos de idade.
Nesta sexta-feira (10), deputado Adalberto Cavalcanti encaminhou ofício ao Governador Eduardo Campos; ao secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho; e ao Procurador Geral de Justiça de Pernambuco, Aguinaldo Fenelon, cobrando agilidade nas investigações para se chegar aos autores e a motivação do crime brutal.

“Como representante do povo do Sertão, peço que haja celeridade nas investigações, para que os culpados sejam levados à justiça”, solicitou o vice-líder do PTB na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro