15 de julho de 2018 às 11h12min - Por Mário Flávio

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro rejeitou nesta quinta-feira (12) o pedido de abertura de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella por crime de responsabilidade e improbidade administrativa. Quarenta e cinco vereadores votaram e o placar ficou 29 votos contra 16 ao arquivamento.

Manifestantes de ambos os lados ficaram nos arredores da Câmara, na Cinelândia, e a troca de provocações seguiu pelas galerias mais próximas.

Uma reunião do prefeito no Palácio da Cidade com um grupo de evangélicos, onde ele teria prometido atendimentos de saúde e isenção de IPTU para igrejas, foi citada como base para dois pedidos de impeachment.

Lembrando que Crivella ainda pode enfrentar uma denúncia por violar o princípio do estado laico na administração municipal e por privilegiar somente um segmento religioso. Caso o prefeito seja condenado, ele pode pagar multa de cerca de R$ 500 mil e perder o cargo.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro