7 de abril de 2012 às 09h22min - Por Mário Flávio

O vocalista da banda caruaruense, Sangue de Barro, Ivan Márcio, descarregou contra a Fundação de Cultura e Turismo no facebook. O músico criticou o término do show por volta de 1h, quando a banda devido ao que foi acordo entre prefeitura, polícias militar e civil e Ministério Público, teve que forçadamente encerrar o show. De acordo com o vocalista da banda, os mesmos não tinham sido avisados da determinação em que as apresentações teriam que encerra por volta de 1h.

Ontem o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, José Pereira, disse a este blogueiro no programa Conteúdo, na Caruaru FM, que o acordo foi amplamente divulgado e que o problema do atraso nas apresentações se deu devido a passagem de som de todas as atrações da noite. O show de Junio Barreto, por exemplo, terminou na madrugada de hoje, quando faltavam 15 minutos para uma da madrugada. No folder oficial da programação, o show de Sangue de Barro estava marcado para meia noite, com término 1h. Segue abaixo o texto com a revolta de Ivan Márcio:

VERGONHA! Isto não é um protesto ou uma lamentação pela FALTA DE RESPEITO com que a FUNDAÇÃO DE CULTURA DE CARUARU nos tratou publicamente na quinta-feira (05/04), no palco das festividades da Semana Santa. É apenas um pedido de desculpas aos que estavam lá para ver o show do Sangue de Barro e que, assim como nós da banda, se sentiram frustrados por essa atitude dos “GESTORES CULTURAIS” de nossa cidade. Quero muito agradecer a presença de cada um, e deixar claro que não tivemos culpa por essa palhaçada.
Não nos foi passada nenhuma informação sobre o “acordo com a polícia”, que só estaria presente na festa até 1h. da madrugada. Se nós soubéssemos disso, jamais teríamos aceitado subir ao palco à meia-noite, para ainda montar o equipamento e fazer um show pela metade. Não vou prolongar esse assunto. Quanto mais falo, mais percebo (novamente) a FALTA DE RESPEITO conosco e com o público. E isto é decepcionante! No geral, sinto muito por nossa cidade ser tão DESPROVIDA DE POLÍTICA CULTURAL.
Se as pessoas que deveriam exercer esta função SERIAMENTE estão brincando de (novamente) “GESTORES CULTURAIS”, nós já passamos da fase de BRINCAR DE BANDA. A todos os amigos, que acompanham nossa história e estão sempre presentes em nossos shows, muito obrigado e desculpem por isso. Estamos muito ENVERGONHADOS pelo desrespeito e pela falta de profissionalismo da FUNDAÇÃO DE CULTURA DE CARUARU.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro