27 de julho de 2017 às 07h07min - Por Mário Flávio

geraldo-alckmin-foto-agencia-brasil

Candidato natural do PSDB à sucessão de Temer, o governador Geraldo Alckmin (SP) chegou à conclusão de que já é tempo de iniciar os preparativos da campanha e só esta semana teve dois encontros – com as cúpulas do DEM e do PSB. A reunião com os líderes demistas ocorreu na última segunda, no Palácio dos Bandeirantes, com presenças do senador e presidente nacional do partido, José Agripino, do presidente da Câmara Rodrigo Maia, do ministro Mendonça Filho, do prefeito de Salvador ACM Neto e do líder da bancada federal Efraim Filho.

O DEM não se comprometeu com a candidatura dele, mas tem um histórico de alianças com o PSDB desde a primeira eleição de FHC, em 1994, com Marco Maciel na vice, levando a crer que em 2018 estarão juntos novamente. Já o encontro com o PSB ocorreu ontem e seu objetivo foi o mesmo: atrair os socialistas para o projeto do governador.

Aí, contudo, será um pouco mais difícil porque o PSB se divide hoje em quatro alas. Uma defende chapa própria, outra uma aliança com o PT, a terceira o apoio a Marina e a quarta um acordo com os tucanos.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro