27 de janeiro de 2021 às 17h41min - Por Mário Flávio

Na tarde desta quarta-feira (27), o líder do PDT na Câmara, deputado federal Wolney Queiroz (PDT-PE), participou junto aos líderes de partidos da oposição de um ato para apresentação de um novo pedido de impedimento contra Bolsonaro na Câmara dos Deputados.

A ação foi motivada pelo crime contra a vida cometido contra a população de Manaus (AM) que registra mortes por asfixia devido à negligência na oferta de oxigênio para os hospitais e por todos os crimes de responsabilidade cometidos por ele durante a pandemia.

Esse é o 64° pedido protocolado, o terceiro dessa semana que contou com apoio de diversas entidades religiosas, e ainda instituições universitárias. Para Wolney Queiroz, a cada dia que passa no governo, Bolsonaro comete mais crimes contra a vida. “São diversos os crimes cometidos por Bolsonaro. E estamos pagando com mais vidas perdidas e o aumento da pobreza, miséria e desemprego. A gestão de Bolsonaro é um escárnio diante da grave crise social, humana, e econômica que o país vive”, disse o líder.

Wolney, que também é presidente estadual do PDT de Pernambuco, ainda afirmou que impeachment não é remédio para governos ruins, onde temos instrumentos como as eleições e o voto. “Impeachment é a saída para governos que cometem crimes de responsabilidade e contra a vida. Bolsonaro precisa responder pela sua omissão nessa pandemia”, disse.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro