4 de abril de 2012 às 08h00min - Por Mário Flávio

Val diz que o grupo foi condenado pela falta de atenção do setor jurídico da Casa

Nesta quarta-feira (04) o Pleno do Tribunal de Contas vota o recurso dos vereadores que tiveram suas contas rejeitadas, alusivas ao ano de 2007, em relação às verbas de gabinete. Eles foram condenados em dezembro de 2011, mas recorreram da decisão. O julgamento será feito por sete conselheiros, tendo como presidente Teresa Duere. Caso percam mais uma vez, os então vereadores terão de devolver uma quantia em dinheiro e ainda ficam inelegíveis. Pois, de acordo com a Lei do Ficha Limpa, o político que tiver suas contas rejeitadas não podem disputar eleição durante cinco anos.

No entanto, o vereador Val (DEM), líder da oposição, acredita numa vitória, já que o Ministério Público, apontou alguns erros no processo e segundo o democrata, recomendou a aprovação de contas dos vereadores e ex-vereadores de Caruaru. Em entrevista, ele disse está confiante num resultado positivo daqui a pouco no Tribunal de Contas.

Quem teria de devolver dinheiro, segundo o TCE

CECÍLIO PEDRO  – R$ 9.300,00
GILBERTO DE DORA  – R$ 10.260,50
GILVAN REIS – R$ 8.530,00
JOEL DA GRÁFICA – R$ 8.980,00
WEDNA DO HOSPITAL – R$ 2.260,00
VAL – R$ 7.920,00
LOURO DO JUÁ – R$ 18.969,90
NEGUINHO TEIXEIRA – R$ 7.200,00
NEM – R$ 14.102,80

 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro