16 de maio de 2013 às 07h25min - Por Mário Flávio

20130516-010258.jpg

Na última terça-feira (14) os vereadores de oposição tiveram um encontro após a realização da sessão ordinária. A meta foi afinar o discurso e mostrar a necessidade de uma agenda mais organizada, para que os sete edis da bancada oposicionista possam atuar de forma conjunta em votações e posicionamentos sobre alguns temas. No entanto, a intenção mesmo era chamar os vereadores Neto, Jajá e Rozael do Divinópolis, todos do MD na grande para que eles se decidam, já que para muitos, o trio está em cima do muro.

Durante o encontro, algumas situações foram colocadas, como ceder tempo para os vereadores da base governista, que na opinião de alguns é um erro. Rozael desde que assumiu que garante não ser um opositor radical e evitou se posicionar na reunião. Neto não foi ao encontro e Jajá disse que fica na oposição até o fim do mandato. “Não me preocupo com o mandato daqui a quatro anos, mas quero ir para os bairros, a população precisa de nossa ajuda”, disse.

Experiente na política, o vereador Evandro Silva (PMDB), sugeriu que a cartilha de ações da oposição deve entrar em pauta a partir de julho e esse seria o tempo para os indecisos tomar partido.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro