4 de maio de 2018 às 07h09min - Por Mário Flávio

O vereador Bruno Galvão (PT) protocolou nessa quinta-feira (03) um pedido de instalação de uma comissão de inquérito parlamentar (CPI) na Câmara Municipal de Belo Jardim. A medida aconteceu após o processo de rejeição do impeachment movido contra o prefeito de Belo Jardim, Hélio dos Terrenos.

O pedido de CPI compreende a necessidade de uma investigação apurada dos fatos, levando em consideração que, os motivos apontados no relatório final não se enquadram no artigo 78 conforme regulamenta a Lei Orgânica Municipal, o que impossibilitou o pedido de cassação.

“O relatório final apontou uma série de denúncias atreladas ao Governo que precisam ser investigadas e apuradas. Não posso eximir do meu papel de vereador que é de fiscalizar, e assim o farei de maneira correta e transparente. Compreendo que nesse momento, aprovar o impeachment é colocar novamente os moradores de Belo Jardim para reviver mais um processo traumático e caótico. Por isso, vamos instaurar uma CPI para apurar cada denuncia”, ressaltou.

A CPI é um instrumento institucional presente no Poder Legislativo onde os parlamentares agem em nome da respectiva instituição, investigado e fiscalizando a gestão do bem público, tomando medidas necessárias para punição, caso algo esteja errado.

“Já contamos com a assinatura de cinco parlamentares, número mínimo para a instalação. É meu papel, assim como os demais vereadores de fiscalizar as ações do Governo”, destacou.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro