26 de março de 2014 às 07h25min - Por Mário Flávio

20140325-230721.jpg

O vereador Edjailson da Caru Forró (PT do B) soltou o verbo na sessão de ontem a noite na Câmara Municipal. O algo dele foi o diretor de Feiras e Mercados Jorge Quintino. Ele disse que respeita o trabalho do professor, mas discorda veementemente da inauguração imediata do novo espaço. Segundo ele, as barracas não estão prontas e por isso, a prefeitura deveria esperar mais um pouco. O edil ainda fez uma grave denúncia na Tribuna sobre uma possível negociação e beneficiamento de algumas pessoas.

“Existiu politicagem no cadastramento e algumas pessoas que trabalham de fato com o troca irão ficar de fora. Já existe até repasse de ponto e a nova feira nem foi inaugurada, isso não pode ocorrer. Falo da feira porque estou sempre lá. Está ficando bonito, mas acho que precisaria de mais tempo para a inauguração. Faço até um convite para o meu líder ir comigo amanhã para mostrar que não estou faltando com a verdade. Não estou atirando pedras em nenhum diretor ou secretário. Nenhum vereador vai chegar aqui e dizer que estou sendo contra o governo, apenas estou exercendo a função de fiscalizar”, disse.

Ele ainda reclamou de falta de reconhecimento do próprio Jorge Quintino ao trabalho da Câmara e disse que a Casa foi fundamental para a mudança, mas que não houve menção aos vereadores, principalmente a ele, que teria feito um pedido de melhorias por meio de requerimento. “Fomos injustiçados mais uma vez. Houve uma comissão de vereadores que foi até lá e foi uma luta minha, mas sequer recebi um convite para a inauguração. O vereador Gilberto de Dora já passou por isso e sabe do que eu falo. Até o Ministério Público foi elogiado, mas era contra a feira do troca e numa reunião lá expliquei que o local não era para bandidos. Amanhã vou procurar o diretor de feiras e mercados para falar com ele”, pontuou. “


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro