10 de janeiro de 2017 às 09h28min - Por Mário Flávio


Em entrevista o prefeito de Sertânia, Ângelo Ferreira (PSB), esclareceu a situação financeira da Prefeitura Municipal deixada pela antiga gestão. O valor da repatriação, por exemplo, que foi depositado no dia 30 de dezembro de 2016, foi quase que totalmente gasto. Isso porque no dia 02 de janeiro deste ano, já foram descontados diversos cheques sem empenho e com gastos duvidosos.

“Em gráfica, o montante ultrapassa R$200 mil e não se sabe qual material foi
impresso. Outros cheques, datados de 30 de dezembro, foram direcionados aos
convênios da Prefeitura, valor que nesse caso teria sido uma devolução. Isso
porque foram sacados, anteriormente, o que não é permitido”, disse o prefeito. 

Em reunião também na última sexta-feira (06), com representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Sertânia (Sintemuse), foram apresentados todos os extratos de conta que a atual gestão teve acesso no dia de hoje. “Na conta em que foi recebido o valor da repatriação havia o saldo de mais de R$ 800 mil, no dia 30. No entanto, foram deixados cheques que chegavam a esse montante e que foram compensados no primeiro dia útil de meu governo. E eu tenho a cópia dos cheques”, apontou.

Segundo o político, nesta transição, não foram encontramos extratos bancários e
empenhos estão desaparecidos. O movimento da contabilidade, principalmente do mês de dezembro, ninguém repassou. E os computadores foram formatados. “Além disso, foi deixado um verdadeiro ‘buraco’ na previdência. Sacaram das contas de capitalização, que não poderiam ser mexidas, mais de R$ 2 mi, mais o que foi deixado de depositar dos consignados”, explanou o atual governante de Sertânia.

A antiga gestão alterou ainda a lei que exigia que a diretoria do Instituto de
Previdência dos Servidores Municipais de Sertânia (IPSESE) fosse composta de
funcionários efetivos. Desse modo, se tornando cargo de confiança. O saque
começou a ser feito no dia posterior a mudança da lei e a primeira retirada foi de R$ 387 mil.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro