Inquérito contra senador Fernando Bezerra Coelho é arquivado pelo STF

Lucas Medeiros - 06.09.2022 às 14:55h
(Imagem: Marcos Oliveira)

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram, por maioria, arquivar um inquérito que investigava se o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) teria recebido R$ 10 milhões em propina de empreiteiras, quando era ministro da Integração Nacional no governo de Dilma Rousseff.

O senador foi indiciado pela Polícia Federal pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Os supostos delitos teriam sido praticados entre 2012 e 2014.

O plenário da Corte analisou, em sessão virtual encerrada na última sexta-feira (02), recurso da defesa do parlamentar contra uma decisão do ministro Luís Roberto Barroso, relator do caso. No ano passado, Barroso rejeitou um pedido de arquivamento e enviou o caso para a Justiça Federal de Pernambuco.

Durante a análise do caso, sete ministros concluíram que a investigação deveria ser mantida no Supremo. O ministro Gilmar Mendes, Dias Toffoli, André Mendonça, Nunes Marques e Luiz Fux votaram pelo arquivamento da investigação.