Teresa Leitão tem encontro com mulheres que apoiam à Frente Popular 

Jorge Brandão - 15.09.2022 às 11:25h
Foto: Divulgação

Em um ato público das mulheres em apoio à Frente Popular de Pernambuco, Teresa Leitão discursou contra o machismo e defendeu a presença cada vez maior das mulheres no campo político. Teresa aproveitou a ocasião para advertir que, por estar no topo das pesquisas na eleição para o Senado, passou a ser alvo preferencial de ataques dos concorrentes. “Tem um que está me chamando até de machista, de misógina. Já imaginou?”, disse.

A crítica foi dirigida ao candidato André de Paula, que no guia eleitoral afirmou que “não aceitaremos mais os ataques covardes, misóginos, machistas de Teresa Leitão”. “Estão aí três acusações que nunca me couberam: covardia, misoginia e machismo. Mais fake, impossível”. 

E continuou: “É impressionante como, mais uma vez, um homem toma a palavra pelas mulheres, que por tanto tempo foram invisibilizadas e silenciadas. Ele acha que pode ou tem que falar por uma mulher. Cumpre, assim, um papel tipicamente machista e patriarcal“.

No evento, Teresa Leitão afirmou que André de Paula votou pela flexibilização do porte de arma. “Quem vota pela flexibilização do porte de armas, como ele, não pensa nas mulheres. Pelo contrário. Na verdade, ele tem uma dívida histórica com as mulheres, por causa desse voto”. 

O encontro de apoio das mulheres com a Frente Popular aconteceu nessa quarta-feira (14) no Comitê da Majoritária, e contou com a participação de representantes de várias entidades feministas.