16 de setembro de 2013 às 10h25min - Por Mário Flávio

O Tribunal de Contas da União e os Tribunais de Contas dos Estados, por
meio de um Acordo de Cooperação Técnica, estão realizando uma auditoria
operacional nas escolas públicas estaduais de ensino médio. O objetivo é fazer um diagnóstico sobre a qualidade do ensino público em nosso país.

Nos últimos 15 dias, o conselheiro Ranilson Ramos, na qualidade de
relator dessa auditoria operacional, visitou três escolas públicas
estaduais – Escola José de Almeida Maciel, que reúne 597 alunos, no
município de Pesqueira,(Agreste), Escola Nossa Senhora de Lourdes, com 400 alunos, no município de Solidão, (Sertão do Pajeú) e Escola Militar de Petrolina, com 460 alunos,(Sertão do São Francisco).

Nessa ação, o conselheiro acompanhou os técnicos do TCE, Dácio Rossiter, João Gomes e Jorge Viana. Durante a visita, Ranilson Ramos conheceu as instalações das escolas – salas de aula, laboratórios, bibliotecas, refeitórios e áreas de recreação. Além disso, ele se reuniu com diretores, professores, estudantes e representantes do grêmio estudantil. Segundo o conselheiro, a ideia é envolver a sociedade para melhor acompanhar e avaliar, desde a fase do planejamento das políticas públicas até o resultado final.

Em Pernambuco, o TCE fiscalizará 40 escolas públicas estaduais, num
trabalho que abordará os seguintes eixos: infraestrutura, gestão,
financiamento e resultado. O diagnóstico final será apresentado ao
governador Eduardo Campos para possíveis intervenções nas áreas que
necessitem de melhorias e avanços.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro