19 de dezembro de 2013 às 11h11min - Por Mário Flávio

Na manhã desta quinta (19), os suplentes que foram convocados para assumir temporariamente os mandatos dos 10 vereadores presos nessa quarta (18), avaliaram com cautela a possibilidade de apreciar os últimos projetos enviados para a Câmara de Caruaru.

“Nós precisamos ter cautela e ter consciência sobre o conteúdo dos projetos. Não podemos votar sem ler os projetos”, explicou Tenente Tibúrcio (PMN), que vai para a reserva remunerada na PM para poder assumir o mandato.

Já Carlinhos da Ceaca (PPS) disse que é preciso discutir previamente a apreciação dos projetos. “Precisamos nos reunir para ter toda a orientação necessária”, comentou. Joel da Gráfica (SDD), que já havia tido mandatos anteriores, reforçou a importância da assessoria jurídica. “Antigamente havia uma assessoria jurídica e pretendo consultá-la”, explicou.

Rosemary da Apodec (DEM) também pediu cautela. “Ainda não temos conhecimento dos projetos e precisamos saber do que se trata e se é bom para Caruaru”, ressaltou.

Ao final da reunião da posse, foi agendada para a tarde desta quinta uma reunião entre os vereadores empossados e representantes da Comissão de Legislação e Redação de Leis para que sejam passadas orientações sobre os projetos a serem analisados.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro