Simone Tebet cumpre agenda em Pernambuco

Mário Flávio - 12.05.2023 às 06:31h

A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, confirmou agenda em Pernambuco na sexta-feira, (12), das 16h às 19h, no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, para continuar a discussão sobre Plenárias estaduais que vão acontecer em todos as Unidades da Federação do País para elaborar o PPA Participativo 2024-2027.

Entre as autoridades aguardadas estão a governadora Raquel Lyra e os ministros pernambucanos André de Paula, da Pesca e Aquicultura, e Luciana Santos, da Ciência, Tecnologia e Inovação. O prefeito do Recife, João Campos (PSB), também é aguardado.

O PPA Participativo é fruto de uma parceria entre o Ministério do Planejamento e Orçamento, responsável pela elaboração do Plano Plurianual (PPA), e a Secretaria-Geral da Presidência da República, que articula a participação social no âmbito do Governo Federal.

Conta ainda com a participação do ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, da Casa Civil e da Secretaria de Comunicação Social da Presidência.

O governo Federal abriu as inscrições para as plenárias estaduais do Plano Plurianual (PPA) Participativo, no dia 11 de maio, em Salvador (BA), com a presença do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, e do ministro Márcio Macêdo, da Secretaria-Geral.

A primeira série de plenárias estaduais acontecem entre 11 e 13 de maio. Além da Bahia, serão realizados debates em Alagoas (12/5, pela manhã), Pernambuco (12/5, à noite) e Paraíba (13/5, pela manhã). Até 10 de julho, haverá plenárias em todas as capitais brasileiras. A participação digital também acontecerá entre 11 de maio e 10 de julho.

As plenárias são uma das formas de participação da sociedade na construção do PPA, que no formato participativo permitirá à sociedade civil organizada e ao conjunto dos cidadãos brasileiros apontar diretrizes para as políticas públicas do País nos próximos quatro anos.

Paralelamente à realização das plenárias, os cidadãos também poderão contribuir por meio da plataforma Brasil Participativo. Neste caso, terão a opção de eleger três programas prioritários, em um conjunto de 28 grandes programas do governo federal, além de apresentar três propostas e votar em outras três.

Foto: Reprodução/Internet