6 de fevereiro de 2013 às 14h59min - Por Mário Flávio

20130206-145854.jpg

O secretário de Educação, Welson Costa, afirmou hoje em entrevista ao programa Conteúdo, veiculado na Caruaru FM 104,9, que podem haver mudanças na redação da Lei que atualiza o Plano de Cargos e Carreiras dos profissionais que atuam na rede municipal de ensino. Ele participou pela manhã de uma reunião com representes do Sismuc e Atec e disse que vai buscar o entendimento entre a categoria e o Executivo Municipal.

O secretário espera resolver as pendências até o dia 15, data marcada pelos professores para a realização de uma nova assembleia. “Logo após a reunião de hoje conversei com o prefeito Zé Queiroz e coloquei várias situações observadas pelos representantes do Sismuc e Atec e ele se mostrou bastante solicito para atender a todas. Vamos buscar a exaustão o entendimento, mas garanto que a classe não será de forma alguma prejudicada”, disse o professor Welson.

Os membros do Sismuc e da Atec receberam com entusiasmo a informação que o prefeito pode rever a redação do Projeto e acreditam na mudança na redação da Lei. “Temos a certeza que a Lei será mudada. Ouvi o advogado da Câmara e o Presidente da Comissão de Leis afirmarem que estava tudo de acordo com a Lei, mas afirmo sem medo de errar, temos várias aberrações e questões inconstitucionais nessa Lei”, disse o presidente do Sismuc, Eduardo Mendonça.

O Presidente da Atec, Fred Santhiago, disse que a classe não aceita a redação do jeito que está. “Recebemos um duro golpe, mas a categoria está unida e caso a prefeitura não reveja a redação da Lei, poderemos até decretar a greve. Não queremos isso de forma alguma, mas do jeito que o projeto está, a categoria não aceita e estamos fazendo uma grande mobilização e a classe está sensibilizada. Estamos fazendo um apelo para que o prefeito Zé Queiroz não sancione o projeto”, pontuou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro