19 de janeiro de 2013 às 08h25min - Por Mário Flávio

O Parlamento Jovem de Caruaru segue sendo o foco de muita polêmica. Dessa vez o vice-presidente do PJ, Edweiss Arnaldo (PDT), anunciou publicamente o rompimento com o presidente Paulo Tôrres (PTN). Ele acusa o presidente de fazer uma gestão ausente e deixar o Parlamento sem autonomia para tocar os projetos, já que nenhum foi enviado para o conhecimento da Câmara oficial. “Não foi encaminhado nenhum projeto que debatemos, temos um presidente que trava o Parlamento, por isso decidi tornar pública a minha insatisfação”, disse o pedetista.

Arnaldo foi um dos articuladores da vitória de Paulo Tôrres e disse que esperava por uma gestão mais democrática do presidente. “Ele centraliza tudo e muitas decisões são tomadas sem o nosso conhecimento. Conversei com o atual presidente da Câmara e Leonardo Chaves me confirmou que nenhum projeto foi enviado do Parlamento para a Câmara e temos projetos importantes como a ciclovia proposta pela vereadora Mayara”, disparou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro