19 de março de 2014 às 06h55min - Por Mário Flávio

20140319-064052.jpg

Nesta terça-feira (18), a Prefeitura de Riacho das Almas reuniu Estado, município e a sociedade para discutir a segurança pública. O evento aconteceu no auditório da Escola Mário da Mota Limeira, e contou com a participação de vereadores, secretariado municipal, além do comando da Polícia Militar no município e também do diretor adjunto do DInter 1, o Tenente-Coronel Eduardo Aragão, que representou também a Secretaria de Defesa Social do Estado de Pernambuco. A reunião teve forte participação de membros de todas as comunidades do município e de diversos segmentos, como comerciantes e empresários do setor de confecções.

Diversas sugestões foram dadas, desde a criação de uma guarda municipal até a reivindicação de patrulhas policiais na zona rural. “Assim como fizemos na Primeira Audiência da Segurança Pública, na época em que estava em questão a reabertura do Banco do Brasil, convocamos a sociedade para cada um dar a sua sugestão. Esse compromisso é da Polícia Civil e Polícia Militar, mas também é um compromisso de todos nós. Vamos entrar na linha de frente para resolver essa questão da segurança no nosso município”, afirmou Mota.

Após ouvir as reivindicações da população, a Polícia Militar se comprometeu a continuar com a Operação Volante, que foi iniciada também nesta terça-feira no município afim de coibir homicídios e crimes contra o patrimônio, e reforçar a segurança no município em horário comercial, especialmente no centro da cidade. O Tenente-Coronel Eduardo Aragão se comprometeu ainda em aumentar o efetivo policial de forma definitiva em Riacho das Almas, após estudos de relocação de efetivo, e informou que ampliaria a presença do Gati em Riacho das Almas. A PM pediu também a participação da população, enviando denúncias que possam ajudar a polícia a agir com maior número de informações, e disponibilizou os telefones (81) 9304-5607 e (81) 3745-1908 para receber os chamados da população.

O Prefeito Mário Mota anunciou que intensificará a iluminação pública na cidade, fará limpeza de terrenos baldios para a retirada de mato que possa servir de esconderijo para malfeitores, além da instalação de um circuito de segurança com monitoramento de câmeras no município: “Nós vamos utilizar verbas próprias para auxiliar o reforço da segurança do município com a instalação de câmeras de segurança. Em reunião com o secretário de defesa social Alessandro Carvalho, essas foram algumas diretrizes dadas com a formulação de acompanhamento de ações que inibam a violência em nossa cidade”, ressaltou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro